Luneta Mágica lança disco de remixes recheados de participações especiais


Supercordas, Boogarins e Jonas Sá são algumas das bandas convidadas


O grupo amazonenese Luneta Mágica lançou em 2015 o seu segundo álbum, No Meu Peito. O disco colocou a banda de vez no circuito independente nacional e ainda foi destaque em várias listas de melhores, como do site Miojo Indie e do cineasta Luiz Fernando Carvalho, que deu suas dicas no jornal O Globo.

Sendo assim, não dava para desapegar o disco assim tão facilmente. Daí surgiu a ideia de fazer um EP com remixes e convidar artistas parceiros para participar. Cada um escolheria uma canção para dar a sua cara. O EP virou um álbum com 12 canções que sai pela Tratore.

“O último disco abriu novas portas para a banda e acabamos fazendo novas parcerias. Dessas parcerias surgiu a ideia de fazer o EP como uma forma superarmos a questão da distância física. Muitos deles moram longe do Amazonas. Alguns deles moram nos EUA, outros em Santa Catarina, por exemplo. Além disso, a proposta das remixes sempre nos pareceu uma ideia interessante, pois apresenta uma releitura do trabalho da própria banda feita por artistas que admiramos com uma perspectiva completamente nova”, conta Erick Omena, guitarrista e vocal da banda.

Completam o grupo Pablo Araújo (vocal e guitarra), Eron Oliveira (bateria) e Daniel Freire (baixo).

A psicodelia acabou sendo o cargo chefe do EP já que muitos artistas são dessa linhagem, como o Supercordas (RJ) que escolheu a música “No Meu Peito”, Boogarins (GO) aparece com “Tua Presença”, Bike (SP) veio com “Preciso” e Supercolisor (AM) fez uma segunda versão para “Tua Presença” e Jonas Sá (RJ) em sua versão para “Sem Perceber” seguiu para uma voz arrastada com base eletrônica. Mas saíram versões completamente diferentes das originais. “Rita”, que ganhou batidas eletrônicas com Moyses Vaka (SC); o Reptiles (AM) em sua versão para “Mantra” misturou o rock industrial a la Kraftwerk, mas com batidas eletrônicas dançantes; já “Acima das Nuvens”, com o grupo Capela (SP) virou um rock indie para cantar acompanhado de palmas.

Além dos artistas citados também participaram Sergio Pickles (AM), Hoping to Collide With (SP), Mazzitelli (PR) e Bruno Prestes (AM). Confira abaixo a sequência das músicas e capa do disco:

1 - "No meu peito (Supercordas RMX)"
2 - "Tua presença (Boogarins RMX)"
3 - "Lembra (Sergio Pickles RMX)"
4 - "Só depois (Hoping to collide with RMX)"
5 - "Rita (Moyses Vaka RMX)"
6 - "No meu peito (Mazzitelli RMX)"
7 - "Sem perceber (Jonas Sá RMX)"
8 - "Mantra (Reptiles RMX)"
9 - "Acima das nuvens (Capela RMX)"
10 - "Tua presença (Supercolisor RMX)"
11 - "Preciso (Bike RMX)"
12 - "Mantra, EXTD (Bruno Prestes RMX)"

++ Supercordas no Estúdio Showlivre


++ Capela no Estúdio Showlivre


++ Bike no Estúdio Showlivre


Data da publicação: 07/03/2017 - 18:01
Por: Gabriel Alves